CORREIO DO POVO
PORTO ALEGRE, QUINTA-FEIRA, 17 DE FEVEREIRO DE 2005

Grêmio cai na Fonte Nova: 2 a 1




32GREMIO.jpg O capitão Marcus Vinícius observa o cabeceio de Marcelo, que acabou expulso


O Grêmio precisa vencer o Bahia em Porto Alegre se quiser seguir na Copa do Brasil. Ontem, em Salvador, a equipe perdeu por 2 a 1. A partida de volta ocorre no dia 3 de março, no Olímpico. Vitória por 1 a 0 assegura vaga ao Grêmio. Vitória por um gol com placar superior a 2 a 1 dá a vaga ao Bahia.

O gol sofrido no início mudou a estratégia pensada por Hugo De León. Aos 6 minutos, Guaru cobrou escanteio para a equipe baiana. A defesa do Grêmio não afastou a bola e acabou surpreendendo o goleiro Eduardo, que tentou afastar de carrinho, sem sucesso. O atacante Dill ainda tocou na bola, mas ela já havia cruzado a linha do gol, marcando o gol do Bahia. A chance do empate veio aos 13, quando o volante Nunes venceu dividida na área baiana e teve à frente apenas o goleiro Márcio. O chute, porém, saiu fraco.

A forte chuva que caía sobre Salvador encharcou o gramado da Fonte Nova. No segundo tempo, várias poças surgiam como obstáculos para os jogadores. Nesse cenário, o Grêmio chegou ao empate. Aos 11 minutos da etapa final, Bruno cobrou falta da intermediária, Somália venceu a zaga pelo alto e cabeceou no canto, igualando o marcador.

Não demorou muito para que o Bahia ficasse novamente em vantagem. Aos 28 minutos, Paulinho avançou pela direita e cruzou, encontrando Viola livre na pequena área. O centroavante não teve trabalho em escorar e fazer 2 a 1. O Grêmio teve nova chance de empatar, com Marcelinho. Entretanto, aos 37, o atacante, sem marcação dentro da área, errou o gol.

O presidente Paulo Odone considera o resultado positivo. 'Esse golinho que fizemos aqui vale dois', lembra o dirigente, comparando o placar de ontem a um empate ao citar o regulamento da competição.

Bahia: Márcio; Paulinho, Neto, Allyson e Bruno; J. Magno, Fernando Miguel, Cícero e Guaru (Elias); Dill e Viola. Técnico: Hélio dos Anjos.

Grêmio: Eduardo; Marcelo, Michell e Tiago Prado; Luiz Felipe, Nunes, Marcus Vinícius, Bruno e Marcinho (Dênis); Somália (Marcelinho) e Samuel. Técnico: Hugo De León.

Árbitro: Rodrigo Cintra (SP). Expulsão: Marcelo. Público: 5.350 (4.453 pg.). Renda: R$ 29.875.




Correio do Povo
Porto Alegre - RS - Brasil