Hiltor.gif

RIVALIDADE PURA

Se há um jogo entre seleções que eu gosto é Brasil e Argentina. Gosto quando ganhamos, obviamente. Brasil e Argentina é rivalidade pura. Há confronto até nos dados. Enquanto para a Confederação Brasileira de Futebol a seleção enfrentou a Argentina 92 vezes, vencendo 36, empatando 23 e perdendo 33, para a Associação do Futebol Argentino foram 89 jogos, com 33 vitórias para cada equipe e 23 empates.
O jogo de hoje coloca frente a frente Dunga x Maradona. De um lado, um treinador comedido, ex-jogador limitado; do outro, um falastrão, ex-jogador genial. Desesperados com o quarto lugar na tabela, os argentinos nos levaram para o alçapão do Gigante de Arroyito, em Rosario. Uma vitória brasileira e a Argentina entrará em crise. A vaga para Copa ficará ainda mais ameaçada. É a chance de Dunga calar Maradona.

SECAÇÃO

O Inter só joga amanhã, mas fica de olho na rodada de hoje, principalmente no jogo entre o Palmeiras de Vagner Love e o Barueri. No jogo do turno, 2 a 2. O Barueri não costuma complicar quando joga fora de casa, mas não custa nada os colorados secarem o Palmeiras. Um empate seria um baita negócio. O Palmeiras ficaria ao alcance do Inter ainda nesta rodada.

ESQUEMA

Cantei aqui: depois daquela atuação de luxo de D’Alessandro no segundo tempo contra o Atlético Mineiro, quarta-feira, o Inter deveria retornar ao esquema 4-4-2. Tite deve mandar a campo contra o Avaí, amanhã, na Ressacada, este time: Lauro; Bolívar, Índio, Fabiano Eller e Kleber; Magrão, Guiñazu, Giuliano e D’Alessandro; Taison e Alecsandro.

CRISTIANO ESTRELA
51HILTOR.JPG
PATROLA X FREGUÊS

A última derrota do Grêmio no estádio Olímpico aconteceu em 13 de setembro de 2008 para o Goiás. De lá para cá, foram 31 jogos, com 24 vitórias e sete empates. Neste Brasileiro, 11 partidas, com nove vitórias e aproveitamento de 87%. Se de um lado temos um Grêmio que vem patrolando os adversários em casa, do outro temos o Vitória que é freguês quando joga fora. Longe dos seus domínios, neste Brasileiro, o Vitória perdeu para Cruzeiro, Palmeiras, Flamengo, Corinthians, Avaí, Barueri, Goiás e Sport. No total, uma vitória fora, dois empates (um deles contra o Inter) e oito derrotas. Aproveitamento de 15%. Mesmo tão risível, o Vitória consegue ser melhor do que o Grêmio, que aparece como o pior visitante, com 9%. Paulo Autuori confirmou: joga Tcheco. Duvidei, ontem, aqui mesmo, de que ele sacaria o jogador, promovendo a entrada de Douglas Costa.

QUAL A MAIOR TORCIDA DO RS?

Trecho de texto postado por Roberto Siegmann, vice-presidente de serviços especializados do Inter, no site oficial do clube e que certamente irá gerar muita polêmica: '... Mas, afinal, qual a maior torcida do Rio Grande do Sul? É aquela que é a maior do Brasil e das Américas, a do Sport Club Internacional. Afinal, o que é ser torcedor? Para mim, ser torcedor é estar umbilicalmente ligado ao clube do coração, pertencer ao seu quadro associativo, comprar camiseta, pagar mensalidade em dia e ir ao estádio. Somos campeões em todos os quesitos.... Estamos em todos os locais, fábricas, escritórios, vilas populares, bairros nobres e entre homens e mulheres'. Voltarei ao assunto amanhã.

PENEIRA NO SANTA CRUZ

Está em www.futebolinterior.com.br: 'O Santa Cruz vive um momento delicado. Eliminado na primeira fase da Série D do Brasileiro, o time pernambucano realizou uma peneira para descobrir novos talentos, mas barrou o teste de um gari. Sandro Siqueira, de 29 anos, foi até o clube para participar do teste e foi selecionado para retornar e seguir com o sonho de ser jogador de futebol profissional. Pai de duas filhas e ganhando salário de R$ 610,00, o gari viu no teste a oportunidade de mudar de vida, mas encontrou uma barreira ainda maior: o preconceito. O gari conta que pegou uma chuteira emprestada e participou do teste, sendo selecionado ao lado de outros 20 jogadores para realizar mais uma etapa. No dia marcado para seguir os testes, Sandro foi impedido por Wilton Bezerra, técnico dos juniores, de participar da atividade. Segundo Sandro, a desculpa foi de que por ele ser gari isso iria atrapalhar a imagem do clube'.

hiltor@correiodopovo.com.br