De Primeira/Hiltor Mombach

DEPRIMEI


O PRIMEIRO PASSO

O Inter dá o primeiro sinal de que quer fazer as pazes com a sua torcida. Ontem, no treino que era para ser secreto, Abel Braga escalou Perdigão no lugar de Edinho. A mudança foi flagrada pelo repórter Fabrício Falkowski, que conseguiu espiar o que acontecia no gramado.

É um primeiro e tímido passo para reconquistar a torcida, que ficou frustrada com o empate e com a atuação do time em Maracaibo. Frustração que se transformou em revolta quando o técnico disse que o Inter havia jogado bem. Depois, ao antecipar que Michel, R. Cardoso e Ceará estão escalados para enfrentar o Nacional, Abel simplesmente chamou o torcedor para brigar.

Perdigão não está confirmado oficialmente, mas a possibilidade de que comece o jogo de amanhã deve fazer com que a procura de ingressos aumente. Agora, para o Beira-Rio lotar, falta o segundo passo.


MUDANÇA I
 Para remotivar completamente a torcida colorada, fazendo com que ela lote o estádio e apóie com vontade o time, Abel terá de reconsiderar sua idéia inicial. Perdigão - se confirmado - já é um avanço. O segundo passo para recuperar a torcida seria a volta de Granja.

MUDANÇA II
 Se tivesse disposição para soterrar suas convicções de técnico, Abel poderia escalar Jorge Wagner na ala esquerda e começar o jogo com Mossoró, deixando Michel no banco de reservas. Tenho dúvidas se funcionaria, mas é o que deseja boa parte dos colorados.

CARNAVAL
 A pouca procura por ingressos deve ser atribuída também aos preços cobrados. Podem ser adequados, mas são inacessíveis a muita gente. Além disso, o pessoal está se guardando para o Carnaval.


RESPEITO
 O Grêmio não pode levar o jogo contra o Piauí de barbada. As zebras na Copa do Brasil são freqüentes. O próprio Grêmio há alguns anos teve dificuldade para superar um tal de Sorriso. Neste ano, o Santos só empatou com o Sergipe, e o Vasco não conseguiu vencer o Botafogo da Paraíba. Ao respeitar o Piauí, o Grêmio aumenta suas chances de vencer com boa vantagem, evitando o segundo jogo.

CAMISA
 A propósito da falta de camisas do Grêmio, o coordenador de comunicação do clube, Haroldo Santos, informa que a linha 2006 do fardamento foi aprovada na semana passada e em breve estará à disposição dos torcedores. A outra boa notícia para os gremistas é que a camisa azul-celeste voltará a ser produzida. É bom, porque o clube está deixando de faturar com as camisas.


TIRO LIVRE

Não são apenas os gremistas que reclamam a respeito de camisas. Os colorados também não estão satisfeitos nesse aspecto.

Os torcedores Lucas e Paulo Peres escrevem para dizer que compraram uma camisa oficial em que não havia a etiqueta do fabricante.

A troca foi feita, mas eles ficaram sabendo que o defeito já tinha sido encontrado em outras peças e que havia camisas sem o distintivo.

O colega Júlio Sortica informa a realização de torneio de golfe no Green Village Golf Club, em Xangri-Lá, dias 26 e 28.

O técnico Arataca, da Sogipa, está de parabéns. Sua atleta Gisele Oliveira tem obtido grandes vitórias no atletismo.

O centroavante Éber, do Ypiranga, está chamando a atenção. Domingo, fez dois gols em 25 minutos. Depois, foi expulso.

Torcida colorada precisa entender que o time precisa de apoio.


E-mail: ilgo@correiodopovo.com.br
Correio do Povo
Porto Alegre - RS - Brasil